Buscar no site

Unidos da Vila Operária: a escola que mantém viva a tradição do samba em Assis

Em 2024 a escola completa 45 anos de fundação, sendo uma das instituições culturais mais antigas do interior paulista

Redação AssisCity

  • 10/02/24
  • 09:00
  • Atualizado há 2 semanas

A Escola de Samba Unidos da Vila Operária completa em 2024, 45 anos de atividades culturais e sociais na cidade de Assis. Fundada oficialmente em 10 de outubro de 1979, a Unidos da V.O, como é chamada popularmente, é uma das instituições culturais mais antigas do interior paulista.

A escola surgiu de uma reunião dos batuqueiros apaixonados por samba com apoio do Padre Aloisio Bellini da paróquia da Vila Operária, que fortalecia uma junção dos operários com atividades de lazer.

O primeiro desfile da Unidos da Vila Operária foi realizado em 1980 e em 1984 veio a primeira conquista, das nove que a escola acumula nos Desfiles de Rua, com o samba-enredo "Baila no Ar.

Reprodução/Redes Sociais - A Escola de Samba Unidos da Vila Operária completa em 2024, 45 anos de atividades culturais e sociais na cidade de Assis - Foto: Reprodução/Redes Sociais
A Escola de Samba Unidos da Vila Operária completa em 2024, 45 anos de atividades culturais e sociais na cidade de Assis - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Para arrecadar verbas para a realização do desfile, os membros da escola realizam vários eventos ao longo do ano, como brechós, noites festivas e rifas. Mas, além desses eventos culturais, a Unidos da V.O também organiza atividades sociais. "Nós realizamos o dia do samba, o dia das mulheres, dia das crianças que foi realizado no nosso barracão e campanhas de arrecadação e doação de materiais para asilos, por exemplo", destaca Mônica da Silva, membro da escola.

Reprodução/Redes Sociais - A Unidos da V.O fez sua estreia no carnaval em 1980 - Foto: Reprodução/Redes Sociais
A Unidos da V.O fez sua estreia no carnaval em 1980 - Foto: Reprodução/Redes Sociais

O Barracão do Samba, casa da Unidos da Vila Operária, foi inaugurado em 2014 por Zé Correa, antigo presidente da agremiação. O espaço era um sonho antigo dos sambistas e de um dos fundadores, Paulinho.

No mesmo ano, no dia da árvore, os membros da escola plantaram nove ipês rosas ao longo da calçada na Rua Tibiriça, onde o barracão está localizado. A ideia dos diretores foi para simbolizar o número de títulos conquistados pela agremiação nos desfiles de carnaval em Assis e arborizar às margens da linha férrea e no entorno do barracão.

Reprodução/Arquivo Pessoal - A escola surgiu de uma reunião dos batuqueiros apaixonados por samba com apoio do Padre Aloisio Bellini da paróquia da Vila Operária - Foto: Reprodução/Redes Sociais
A escola surgiu de uma reunião dos batuqueiros apaixonados por samba com apoio do Padre Aloisio Bellini da paróquia da Vila Operária - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Carnaval 2024

As preparações para o Carnaval deste ano já estão a todo o vapor. O desfile será realizado no sábado, 10 de fevereiro, na Avenida Siqueira Campos, entre as ruas André Perini e Joaquim Murtinho, deslocando-se até a Rua Tibiriça, no barracão da Escola.

Reprodução/Redes Sociais - O samba-enredo deste ano irá homenagear Dona Dora, educadora e matriarca do samba da Vila Operária - Foto: Reprodução/Redes Sociais
O samba-enredo deste ano irá homenagear Dona Dora, educadora e matriarca do samba da Vila Operária - Foto: Reprodução/Redes Sociais

O samba-enredo deste ano irá homenagear Dona Dora, educadora e matriarca do samba da Vila Operária. Dora de Maio Bermejo é moradora da Vila Operária e aos 91 anos, continua apaixonada por samba. Da união matrimonial com Toninho Bermejo (in memoriam), tiveram 11 filhos, onde todos direta ou indiretamente tiveram participação na fundação e existência da Escola de Samba da Vila Operária. A família Bermejo configura uma das mais tradicionais do bairro, sendo esta uma justa homenagem para a matriarca.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos